Data: 23/08/2011

De: Glauber Gleidson Peres

Assunto: Desenhos mangá Censurados


MERETRIZES DO MEDO
10 ANOS DE FRACASSO

Desenhista criador das personagens vive
sem emprego e por dificuldades financeiras

Moreira César
Pindamonhangaba

No Dia 21 de Setembro de 2011, as personagens MERETRIZES DO MEDO completará 10 anos de criação. O criador das personagens GLAUBER GLEIDSON PERES, na ocasião tinha 18 anos. Glauber relembra. "Criei 'Meretrizes' para ganhar dinehrio como desenhista profissional. Nada de ficar o dia inteiro rabiscando papelzinho numa feira livre. Isso é ridículo!" Glauber comenta: "Na época, era o boom do mangá no Brasil. Todo muleque tinha uma estoria na mão e, queria divulgar de qualquer jeito".

Glauber Gleidson Peres, criador de MERETRIZES DO MEDO, nasceu em Pindamonhangaba SP dia 29 de julho de 1983 filho caçula de Osvaldo Luíz Peres e Maria Aparecida Peres, desenvolveu precocimente um talento excepcional para a Arte.

Em 1998 aos 15 anos ganha o primeiro lugar na promoção Mantiqueira Viva como na categoria desenho . Teve difivuldades com a Censura Local em Pindamonhangaba, por não autorizá-lo a divulgar seus trabalhos

Com um temperamento explosivo, Glauber Peres nunca se cansou de bater na mesma tecla, enviando seus desenhos a Midía da região . Descoberto pelo o Ver. André Raposo Glauber Peres finalizou o seu ousado (e muito criticado) trabalho titulado Meretrizes do Medo com a fim de mostrar o que o Vale do Paraíba ainda não sabe sobre Histórias em Quadrinhos. Glauber, desgostoso, abandonou a carreira artística em 31 de dezembro de 2008.

"Era mais fácil eu ter seguido carreira na política ou sendo pastor evagélico do que ser artista. O povo pindense é muito ignorante", dispara o desenhista

Atualmente Glauber trabalha sem registro em carteira ssinada em uma estamparia em Moreira César ganhando menos de um salário - cerca de 580 reais.


PSICOPATOCRONOLOGIA
2001 : Meretrizes do Medo era criado por Glauber Gleidson Peres apenas por diversão , e mostrar para seus amigos e colegas de escola .
2002: É publicado a primeira e a última tira de humor no jornal Distrito News ( Moreira César ) no mesmo ano era publicado uma matéria sobre seus desenhos na Tribuna do Norte ( Pindamonhangaba-SP ) .
2003: Meretrizes do Medo é interrompida inúmeras vezes por motivos de saúde .
2004: Em Abril Glauber Peres é apresentado a Daniel Ferrareso ( Presidente ACIP ) . Em Maio foi publicado a primeira tira do mascote da ACIP ( Associação Comerical e Industrial de Pindamonhangaba ) .Em junho Glauber Peres participa da gravação da 2ª Demo da banda The Crash ( baterista da banda ) .
Em Outubro de 2004 banda The Crash vai ao fim após uma longa carreira . A seguir com mais alguns amigos funda a banda EstágiØ 13 .
2005: Glauber Gleidson Peres é expluso da banda EstágiØ 13, e seguida abandona o ROCK definitivamente por motivos de fracasso na música.
2007: Glauber Gleidson Peres trabalha -- com muito prazer -- como desenhista de fantasias para a GRCES Mocidade Unida de Pindamonhangaba, também como Secretário da atual diretoria presidida pelo carnavalesco Isaac de Araújo Faria até 2008.
2008: Glauber Gleidson Peres abandona a carreira de desenhista em 31 de dezembro.

Sobre os roteiros - parte 1
Sobre o roteiro: De volta aos anos 80
Início: 21 de Setembro de 2001
Térimno: 25 fevereiro de 2003
Assunto: Emancipação de Moreira César(ou tentativa frustrada)
Descrição: Quando Wilkens, uns dos vilões da estória, conseguiu a emancipação de Moreira César, ele usou a inocência do povo para impôr um nova doutrina religiosa que usa a violência e repressão contra aqueles que não esta aceitassem. Entre as pessoas que não aceitaram esta nova doutrina, estão Marly K., Erica Marajoara, "Fagulha", e Laika. Estas são ditas "Inimigas de DEUS GLEYSON, um espécie de Deus Ditador. E com a entrada do anjo Christalie, irmã de Wilkens, elas tentam batê-lo de frente, más não conseguem, até descobrir tudo num jornal velho da época de 1990, porque ele impôs tal masacre contra o povo. Elas decidem viajar no tempo e acabar com a graça do vilão. Censurado pelo jornal TRIBUNA DO NORTE a mando do PSDB em 2002.

Sobre os roteiros 2
Sobre o roteiro: Mertrizes do Medo - Halley
Início: 15 de novembro de 2002
Térimno: 25 de setembro de 2005
Assunto: A última passagem do Cometa Halley em 1986 - de 9 de janeiro a 11 de abril - que nos revelou um vilão pertubado, predestinado a destruir o planeta Terra por vingança ocorrido em tempos passados. Glaucifer PerHitler era um anjo guardião do Cometa em questão. Ed Halley Jr, como fazia part da elite, sentia inveja do seu colega, pelo fato de ele seria da plebe dos anjos. Ed Halley Jr, armou uma brinaceira de mau gosto contra Glaucifer,que por sua vez foi incriminado e banido dos céus. Passados 152 anos - 2 passagens do Cometa Halley pela terra, que são 76 anos cada - reaareçe com afeições demoniácas, por arder-se de rancor contr Halley e constrói um canhão de plasma capaz de atrair grandes meteoros de cometa para uma rotade colisão contra a Terra. Diz ele "Quero que a humanidade sofra o que eu sofri no inferno". Censurado pelo jornal TRIBUNA DO NORTE a mando do PSDB em 2004.

CURIOSIDADES:
1°. O roteiro da etória foi inspirado na matéria de capa da revista Veja de 8 de Janeiro de 1986.
2°. O vilão seria entre HITLER e o DIABO, más Glauber Gleidson Peres para não ser processado pelo Partido PSDB por difamar a imagem do estadista alemão, foi obrigado a se colocar como o vilão da estória.

Sobre os roteiros 3
Sobre o roteiro: Mertrizes do Medo - O Espírito do Pantanal
Início: 30 de novembro de 2006
Térimno: 8 de setembro de 2007
Assunto: O espírito do Pantanal é um diamante místico que rege a vida no planeta. Encontrava-se protegido no Pantanal Mato-grossense por uma dinvidade indígena chamada de Guardião da Natureza. Más Bandeirantes paulistas o encontra no leito de um rio - hoje chamado Rio das Mortes, próximo à cidade de Cáçeres[MT]. Quando bandeirantes paulistas puseram as mãos nessa gema mística, o Guardião se enfureçe e extermina todos os invasores. Passados séculos desse episódio, o vilão Aurélio Ouro Preto, geólogo ambicioso da Uft - Universidade Federal do Tocantins descobre que este diamante dá ao homem poderes semelhantes de um DEUS. Daí, reune os mais perigososo capangas para se apoderar deste mágico mineral -- más primeiro terá que passar por cima das MERETRIZES DO MEDO.

Curiosidades:
1. O espírito do Pantanal é uma estória baseada numa lenda popular do Estado do Mato Grosso, sugerida por Deltônio Aires Pereira, diretor de planejamento da Ong. Serra da Mantiqueira,patrocinadora de MERETRIZES DO MEDO.
2. O espírito do Pantanal é o último trabalho de Glauber Gleidson Peres, assim encerrando sua curta e desgastante carreira de desenhista.
Glauber Gleidson desiste de desenhar MERETRIZES DO MEDO para desenhar AS 7 IGREJAS

Ao que tudo indica, Glauber Gleidson Peres foi solicitado
por um jovem fanzineiro de Lorena(SP), 62 km de Pindamonhangaba.

Rafael Montes, escreveu o roteiro inicial de "As 7 Igrejas" em 2006 e,
como não encontrou ninguém para ser a parte gráfica da estória, trombou-se com
o criador de Meretrizes do Medo em um evento de mangá em Guaratinguetá.

Glauber conta: "Foi bizarro. Estava vendo os caras do U-Zineiros de Taubaté e,
um deles vendo minha pasta de desenhos que havia levado e, o Rafael me chega e fala: 'Oh, você é mangaká[Desenhista de quadrinhos japoneses]?' Respondi que sim. E me mostrou sem cerimônias a esória. Tem muitas teorias conspiratórias, ação, suspenses ee um pouco de Humor. Vamos ver se essa parceria vinga".

Influenciado por Dan Brown, autor de "O Código DaVinci", "As 7 Igrejas" é ambientado no Brasil, e em países na Àsia, Europa.
Rafael Montes, a parte literal da possível parceria, coemnta: "Nunca tinha visto alguém desenhar mangá tão bem. Ainda mais de Pinda[Pindamonhangaba], o que me deixou surpreso".

O Blog[http://7igrejasmanga.blogspot.com/] da estória já encontra-se no ar e, parte do roteiro e desenhos serão postados.
Em Tempo: Glauber estuda usar sua rede de contatos para divulgar os trabalhos.



COMETA HALLEY INSPIROU EX-DESENHISTA
EM ESCREVER ROTEIRO CENSURADO PELO PSDB

Glauber Gleidson guarda manuscrito original
de "Meretrizes do Medo - Halley"
até hoje

No ano próximo à reaparição de 1986, a humanidade tinha 28 anos de era espacial e uma frota de espaçonaves foi enviada para observá-lo, inclusive a sonda Giotto em julho de 1985.
Estavam também planejadas que duas missões do halley espacial aSTS-51-L que resultou na destruição do Challenger e a STS-61-Eobservariam o cometa a partir da órbita terrestre baixa. A STS-61-E seria a próxima missão a decolar após o final do voo do Challenger. Agendada para Março de 1986, transportaria o observatório ASTRO-1, uma plataforma de estudo do Halley. A missão foi cancelada e o Astro-99, com uma nova circunferência de telescópios, somente foi ao espaço no final de 1990.

Os períodos mais favoráveis para as observações para tentar observá-lo a olho desarmado em latitudes da Europa Meridional foram três:
O primeiro foi entre os dias 5 e 25 de janeiro de 1986. O Cometa foi visível à noite, imediatamente após o ocaso, na direção oeste, no abaixo horizonte. A magnitude foi aumentando, mas a posição do astro sobre o horizonte foi sempre baixa.
O segundo período de visibilidade esteve entre os dias 6 de março à 5 de abril de 1986. Foi visível de manhã, antes de sair o Sol, na direção sudoeste, abaixo do horizonte; sendo que sua magnitude foi de 4 a 5 elevado a ''m''.
O terceiro período esteve entre os dias 18 e 25 de abril de 1986, quando novamente foi visível à noite, imediatamente após o ocaso, na direção sul-sudeste, abaixo do horizonte. Sua magnitude foi de 4.6 e 5.4 elevado a ''m''.
Na época, os astrônomos aconselharam observações a partir de grandes alturas, além dos 1.000 m., longe dos centros habitados e preferencialmente em baixas latitudes.
As dificuldades para se ver o Halley da Terra foram muitas: a turbulência atmosférica, que em alguns casos interferiu nos melhores períodos de visibilidade e, para quem o observou nas cidades, as luzes difusas da iluminação das ruas e ainda mais, a cauda do Cometa esteve escondida o tempo todo atrás de seu núcleo.


O Evento astronômico foi noticiado pela Revista VEJA de 8 de Janeiro de 1986 como matéria de capa, da qual Glauber possuia o exemplar.
"Eu não tinha nenhuma inspiração, estava sob efeito de anti-depressivos. Nada surgia. Passava horas dormindo". relembra Glauber Gleidson da ocasião em que sofria de depressão. "Em 2002, fui a uma consulta ao psiquiatra, onde ele me aconselhou a escrever uma estória como uma terapia. Enão eu fiz. Peguei uma agenda, caneta, e escrevi uma estória sobre o cometa Halley. Lógico depois que o efeito das drogas passarem".

Em 4 meses surgiu o roteiro e, em outubro de 2002, Glauber começa a desenhar os desenhos. Em vão. A Censura local, acusou Glauber Gleidson de "apologia ao satanismo", censurando a obra. Desgostoso Glauber Gleidson não ve mais nenhum interesse de divulgar ou prosseguir desenhando
qualquer página de "Meretrizes do Medo".

Glauber Gleidson Peres
Rua dos Jasmins 126
Vale das Acácias
Pindamonhangaba SP 12440.290
Brazil
Telefone (*12)3637.5922
Celular (*12)9164.8243

http://meretrixdemetus.blogspot.com
http://7igrejasmanga.blogspot.com/

Novo comentário